11% foi o crescimento registrado, em setembro, nas vendas do varejo catarinense

O comércio varejista catarinense fechou setembro com saldo positivo, conforme a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). O setor manteve a tendência de recuperação e registrou crescimento de 11,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Um crescimento acima da média nacional (7,4%).


A alta, se comparado setembro deste ano com o mesmo período de 2019, foi puxada novamente pelo segmento de materiais de construção (31,1%), seguido por móveis e eletrodomésticos (26,4%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (14,9%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (11,9%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (9,0%), Veículos, motocicletas, partes e peças (7,6%), tecidos, vestuário e calçados (2,7%).

> > Participe do nosso grupo no WhatsApp
>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, os resultados comprovam a melhora gradativa da economia. “Conforme a governadora vem frisando, Santa Catarina é um estado diferenciado e com uma economia pujante e diversificada. Os saldos positivos no comércio e na indústria são resultados de um trabalho colaborativo e integrado junto ao setor produtivo e que fortalece a espiral de prosperidade, esperança e confiança. Seguimos nesta grande engrenagem, trabalhando na construção de políticas de estado, perenes”, enfatiza.

Na variação do mês de setembro, com relação ao mês de agosto, o Estado apontou crescimento de 0,7% no comércio ampliado, o que representa a quinta alta consecutiva. Em relação à receita nominal, o aumento foi de 1,6%, se comparado os mesmos meses.

No acumulado do ano, o crescimento do volume de vendas do comércio ampliado catarinense foi de 1,2%. Foi um dos maiores aumentos do País, o maior do Sul do Brasil e o segundo do Centro-Sul.

Foto: Arquivo / Mesorregional

error: Conteúdo Protegido !!