Assaltantes de banco, no Médio Vale do Itajaí são condenados a mais de 260 anos de prisão

Nesta sexta-feira (30) ocorreu o julgamento dos assaltantes de uma agência do Banco Bradesco, localizada em Apiúna. O crime ocorreu em dezembro de 2019, com auxílio de um funcionário do banco e no total envolveu 9 delinquentes que foram condenados, sob pena total (somando a de cada um) 266 anos de prisão.

A identificação deles foi realizada através da “Operação Saque-recusado”, deflagrada pela Polícia Civil, sob o comando do delegado Ronnie Esteves e com o inquérito concluído o Ministério Público de Santa Catarina ofereceu denúncia contra todos, sendo que 8 deles ficaram presos sendo que as penas foras as seguinte:

Marcos dos Santos, 46 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Djonny Raulino, condenado a 45 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Zaqueu Faria, condenado a uma pena de 38 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Thuan Machado Oliveira, condenado a uma pena de 32 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Vilson Manoel Nunes, condenado a uma pena de 23 anos de prisão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
João Henrique Kaspareit, condenado a uma pena de 23 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Iago Natan Cardoso, condenado a uma pena de 27 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado;
Adriano Pianezi, condenado a uma pena de 28 anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime fechado e;
P.V.R.C (nossa reportagem não conseguiu o nome desse réu), condenado a uma pena de 01 ano de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime aberto.

Com exceção do indivíduo que teve a pena mais branda, todos já encontram-se presos. A maior parte do dinheiro roubado também foi recuperado pelo trabalho da Polícia Civil, que ainda envolveu policiais militares e civis de Indaial, Timbó e Blumenau, além do Departamento de Administração Prisional, além do SAER (Serviço Aeropolicial).

Fotos: Divulgação / Polícia Civil

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Converse com o Mesorregional pelo WhatsApp
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

error: Conteúdo Protegido !!