Assassina que matou grávida para ficar com bebê é condenada

O Tribunal do Júri da Comarca de Tijucas condenou a Rozalba Maria Grimm, 28 anos acusada de matar a sua própria amiga, Flavia Godinho Mafra, de 25 anos, para retirar um bebê de seu ventre, em um crime cometido em agosto de 2020, em Canelinha. A sessão teve início às 8h de quarta-feira (24) e terminou por volta da meia-noite desta quinta-feira (25), na Câmara de Vereadores de Tijucas. O juiz José Adilson Bittencourt Júnior definiu a sentença em 56 anos e 10 meses de reclusão em regime inicial fechado, mais oito meses de detenção.

Rozalba Maria Grimm – Foto: Divulgação

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), a pena considera o reconhecimento pelos jurados das qualificadoras apresentadas na denúncia: feminicídio qualificado por motivo torpe, com emprego de meio cruel, mediante dissimulação e para encobrir outro crime. Também pelo crime de tentativa de homicídio qualificado pela impossibilidade de defesa (em relação ao bebê). Rozalba Maria Grimm foi condenada, ainda, pelos crimes de ocultação de cadáver, parto suposto, subtração de incapaz e fraude processual. Ela não poderá recorrer dos crimes em liberdade.

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Converse com o Mesorregional pelo WhatsApp
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Foto destaque: PMSC/Divulgação

error: Conteúdo Protegido !!