Balneário Camboriú e Florianópolis terão fiscalização mais rígida no feriado de Finados

Após as cenas de aglomeração em praias, bares e restaurantes registradas no último feriado (12 de outubro), o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por meio das promotorias de Justiça de Balneário Camboriú e Florianópolis, emitiu recomendações aos prefeitos para que intensifiquem a fiscalização e adotem medidas efetivas de respeito às normas de distanciamento social no feriado de Finados, no dia 2 de novembro.

O objetivo é conter aglomerações e aumentar a fiscalização sanitária, visando cobrar o cumprimento dos decretos municipais e estaduais de combate à Covid-19 e fazer valer as normas de distanciamento, com o aumento do policiamento nas áreas públicas que atraem grande número de visitantes.

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Situação


Em Balneário Camboriú, a 6ª Promotoria de Justiça expediu a recomendação ao município após constatar “diversos focos de aglomeração de pessoas, sem o uso de máscaras em espaços públicos como praias e praças, bares, restaurantes e em casas noturnas. A classificação de risco da região piorou, passando de “ALTO” para “GRAVE”.

Já, em Florianópolis, a 33ª Promotoria de Justiça demonstra que houve um “notório aumento das taxas de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI na Grande Florianópolis” após o último feriadão, há cerca de duas semanas, com 84,66% de ocupação das UTIs.

Foto: Divulgação / Ivan Rupp

error: Conteúdo Protegido !!