Briga termina com homem atingido por dois tiros, no trânsito de Blumenau

Um homem (que não teve os dados divulgados) foi atingido por pelo menos dois tiros por volta das 23h desta segunda-feira (19), em Blumenau. Uma briga – que de acordo com informações extraoficiais colhidas pelo Mesorregional – iniciou em uma casa de prostíbulo localizada na região do bairro Badenfurt e que terminou na Rua 25 de Julho, no bairro Itoupava Norte, teria sido a motivação dos disparos realizados por indivíduos que estavam em duas motos, sendo que a vítima ainda informou que haveria um outro carro envolvido na situação.

A vítima dos disparos conduzia um Chevrolet Vectra, prata, que se envolveu em um choque com uma das motocicletas envolvidas no crime, minutos antes de onde colidiu seu veículo no muro de uma residência e parou após ser atingido por dois disparos, sendo que um dos tiros ficou alojado na região do pescoço e outro na clavícula. Mesmo baleado, ele “perambulava” normalmente e ainda foi obrigado a retirar seu carro – atingido por diversos tiros – de cima da calçada para não ser notificado pela Polícia Militar (PM).

Fotos: Jefferson Santos / Mesorregional

Duas motos foram abandonadas próximas ao carro, sendo que moradores relataram que os autores dos disparos fugiram com apoio de um Chevrolet Classic após abandonarem as duas motocicletas. Um cabo da PM, que atendeu a situação, não permitiu que as motos fossem fotografadas e informou que a imprensa só poderia fazer imagens caso, naquele horário do atendimento da ocorrência, o comando do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM) autorizasse fotografar e/ou filmar a cena, mas que quem deveria fazer contato com o comando seria o repórter.

Apesar de se tratar de uma tentativa de homicídio, a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias não foram até o local. Além disso, o Vectra foi liberado (sem a perícia) e estacionado próximo do local do crime. As duas motos foram guinchadas, após solicitação de guincho à 0h05min de hoje (20). O baleado foi socorrido por uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para o hospital após receber os primeiros socorros.

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Liberdade de imprensa e as coberturas do Mesorregional

Apesar do exercício da profissão de jornalista possuir suas prerrogativas da legislação de liberdade de imprensa e de que qualquer cidadão poderia fazer imagens da cena, que ocorreu em via pública e qualquer pessoa (ainda que não seja jornalista) poderia fazer imagens do local, mesmo assim preferimos evitar qualquer tipo de confronto.

Apesar do policial militar exigir que fosse feito contato com o comando do Batalhão naquele horário para “autorização da coleta de imagens” (algo totalmente inconveniente no ponto de vista legal) fizemos o contato via aplicativo de mensagens, mas obviamente, como já era madrugada, não obtivemos retorno e o repórter Jefferson Santos optou por sair da cena.

Cabe ressaltar que, no geral, o comando e os profissionais que compõem o efetivo do 10º BPM possuem relacionamento extremamente sadio e colaborativo com a imprensa, algo imprescindível e nunca antes tão forte como atualmente. Porém, posturas – como a desse policial específico – não têm ocorrido como fato isolado, por isso a necessidade de deixar claro, que continuaremos exercendo nosso papel de ofício e informando a todos sempre baseado na realidade dos fatos, com preferência em cobrir o máximo possível, no local das situações, trazendo a verdade e imagens, doa a quem doer.

Fotos: Jefferson Santos / Mesorregional

error: Conteúdo Protegido !!