Detento do Presídio de Regional de Blumenau é assassinado enquanto trabalhava no semiaberto

Um detento do Presídio Regional de Blumenau (PRB), foi assassinado no início da tarde desta segunda-feira (13), em Blumenau, enquanto trabalhava  através de um benefício de trabalho externo, através de um convênio assinado entre a Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB) e a unidade prisional para detentos do regime semiaberto.

A vítima foi identificada como Ed Carlos Antônio Cardoso, vulgarmente conhecido como o “Atitude”, tinha 37 anos e de acordo com informações da Polícia Civil (PC), era integrante do PCC, facção criminosa de nome Primeiro Comando da Capital, nascida no subúrbio de São Paulo. Ele estava cumprindo pena por roubo, já que foi condenado duas vezes pelo artigo 157 do Código Penal Brasileiro.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde a necropsia identificou que ele sofreu três tiros, dois na cabeça e um no pescoço. Ele estava há menos de um mês trabalhando na URB, já que conseguiu cumprir pena em regime semiaberto.

O crime ocorreu por volta das 13h30min na Via Expressa Paul Fritz Kuehnrich, no bairro Fortaleza, quando a Polícia Militar (PM) recebeu a denúncia. Além da PM, agentes do Departamento de Administração Prisional, investigadores da PC, e técnicos do Instituto Geral de Perícias também estiveram no local do fato. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas quando chegou ao local foi constado o óbito.

Fotos cedidas ao NVI por Evelásio Vieira Neto da Rádio Clube de Blumenau.

 

De acordo com o delegado Bruno Effori, da divisão de homicídio da PC de Blumenau, nenhum suspeito do crime foi detido até o momento, mas a maior hipótese é que a motivação do crime foi por conta de envolvimento com facções criminosos “Foi uma retaliação por conta de brigas entre facções criminosas.” afirmou o Effori ao Notícias Vale do Itajaí, que ainda comentou que haviam outros três trabalhadores acompanhando Ed Carlos no momento em que o crime aconteceu.

Este ano tem registrado homicídios em números acima da média em Blumenau. Para se ter uma ideia, em 2016 foram registrados 31 crimes de assassinato na cidade então esse ano já foram 11 homicídios e uma lesão corporal seguida de morte.

O corpo da vítima foi encaminhado ao IML onde permanece à disposição de familiares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo Protegido !!