Postos de saúde abrem neste sábado no Dia D da campanha contra a gripe

Durante este sábado (12), os postos de vacinação da rede pública de saúde de Santa Catarina estarão abertos entre às 8h e às 17h para o “Dia D” da Campanha Nacional contra a influenza. Iniciada no dia 23 de abril, a campanha segue até 1º de junho, em todo o país. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a meta é imunizar 90% dos 1.844.225 catarinenses que fazem parte dos grupos prioritários, público-alvo da campanha. Até o momento, 173 municípios catarinenses não conseguiram atingir 50% de cobertura.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais devem ser imunizadas.

Fotos: Rodrigo Nunes / Ministério da Saúde

 

Durante a campanha, serão distribuídas pelo Ministério da Saúde, cerca de 60 milhões de doses que, este ano, protegem contra três vírus do tipo influenza, incluindo o H1N1 e o H3N2 em todo o território nacional.

 

Sobre a gripe

A gripe é uma doença grave causada pelo vírus Influenza, que é transmitido por meio das secreções respiratórias, podendo sobreviver por minutos no ambiente, sobretudo em superfícies tocadas frequentemente. Os sintomas iniciais são febre alta, dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e persiste por cerca de três dias.

O vírus Influenza possui grande variabilidade de seu material genético, podendo apresentar três tipos e inúmeros subtipos. Os tipos A e B são os que mais causam doenças no ser humano. O Influenza A é subtipado de acordo com as partículas que existem em sua superfície, sendo nominado com as letras H e N (Hemaglutinina e Neuraminidase), por exemplo: H1N1, H3N2, H5N1, H7N9. Todos esses são subtipos distintos do vírus Influenza e podem variar suas características quanto à agressividade. Os vírus Influenza A, que estão circulando com mais intensidade nos últimos anos, são dos subtipos H3N2 e H1N1. Ambos são vírus distintos (não mutações um do outro) e têm o potencial de causar doenças graves.

 

Como evitar a gripe?

  • Lave e higienize as mãos com frequência, principalmente antes de consumir qualquer alimento;

  • Ao tossir ou espirrar, proteja o rosto com um lenço ou com o antebraço;

  • Evite tocar as mucosas dos olhos, do nariz e da boca;

  • Higienize as mãos após tossir ou espirrar;

  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

  • Mantenha os ambientes bem ventilados;

  • Evite o contato próximo com pessoas que apresentem os sintomas da gripe.

 

Se você tiver os sintomas da gripe, deve:

  • Procurar imediatamente um serviço de saúde, a fim de buscar tratamento adequado;

  • Após o início do tratamento, evitar sair de casa no período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas);

  • Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados;

  • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

 

*Com informações da Secretaria de Estado da Saúde e da Agência Brasil

 

 

 

error: Conteúdo Protegido !!