Escritório de despachante fecha as portas e deixa clientes na mão

O Mesorregional está sendo procurado por uma série de pessoas que pagaram pelos serviços – e até mesmo deixaram o valor de taxas e impostos para regularização de veículos – à um Despachante veicular que possuía escritório de atendimento na Rua Benjamin Constant, no bairro Escola Agrícola e que fechou as portas, deixando alguns clientes sem o recebimento dos serviços contratados como transferência, emplacamento e licenciamento anual de veículos.

Assim que recebemos os primeiros contatos, o escritório permanecia aberto e quatro situações foram resolvidas, com a devolução do dinheiro ou entrega do documento em dia e/ou renovado, porém muitos outros clientes entraram em contato com este meio de comunicação alegando que sequer resposta e atendimento por telefone estavam conseguindo. Sendo que desde 27 de julho não recebemos mais retorno das novas situações que chegaram.

Alguns clientes que se sentiram lesados confeccionaram Boletim de Ocorrência. Procurado, o PROCON informou não ter recebido nenhuma reclamação contra o “Despachante Suprema” (nome fantasia) já a 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade confirmou o registro de denúncias e afirmou que o caso deve ser apurado. Foram entrevistados o delegado regional da cidade Isomar Amorim e também o diretor do PROCON do município, que orientam quais os procedimentos o cliente deve tomar em caso de situações do gênero. Confira as entrevistas:

Na noite do último sábado (15) foi enviado pelo companheiro da proprietária do estabelecimento – que se identificou apenas como “parente” – uma mensagem que por conta da orientação às pessoas de fazerem registro a da situação junto às autoridades, o ele teria feito “boletim de ocorrência” ainda afirmou que ingressou com um processo, o que não retrata a verdade.

Compromisso com a verdade

O Mesorregional reforça que sempre trará á tona a verdade dos fatos, afim de informar e colaborar com a sociedade. Jamais aceitaremos qualquer tipo de ameaça, ainda que seja de processo judicial ou tentativa de transgressão do direito à liberdade de imprensa, tento em vista que a legislação é seguida à risca por este veículo de comunicação, que opera há quase uma década com profissionalismo e seriedade.

Existe a espera da solução dos casos e principalmente o atendimento aos clientes e à imprensa, na situação específica, caso solucionados, também poderão ser noticiados.

error: Conteúdo Protegido !!