Fernando Pimentel, ex-governador de Minas, é indiciado por suposto desvio R$ 1 bilhão

Não foi um crime recente, mas é um daqueles casos em que se constata desfio de dinheiro publico por cretinos políticos. O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) foi indiciado pela Polícia Civil pelo crime de peculato – subtração ou desvio de dinheiro público – em suposto desvio de quase R$ 1 bilhão de recursos de empréstimos consignados dos servidores mineiros que não eram repassados aos bancos.

No inquérito, se investiga também o envolvimento do ex-secretário de estado da Fazenda José Afonso Bicalho Beltrão da Silva no esquema que lesou os cofres de Minas, onde 280 mil servidores tiveram os empréstimos consignados descontados no contracheque. Se condenados pela Justiça, eles podem pegar de 2 a 12 anos de prisão.

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula (Lula (esquerda) e Fernando Pimentel (Direita).

error: Conteúdo Protegido !!