Gaspar tem fatores atrativos para empresas que buscam expansão, diz presidente da Acig

Em breve, Gaspar deve se tornar a casa de mais uma empresa transferida de Blumenau: a Color Química do Brasil. A empresa de suprimentos de tinturaria para a indústria têxtil aguarda apenas a liberação da licença ambiental do governo do Estado para começar a instalação no bairro Belchior Baixo, em um terreno de 50 mil metros quadrados, três vezes maior que o atual.

O motivo da mudança, de acordo com o proprietário da empresa, Sérgio Santanna, é a possibilidade de expansão dos negócios, tanto com o aumento da produção como também a facilidade de distribuição dela. “A decisão da mudança já ocorreu há algum tempo. Nós precisávamos de um espaço maior, devido à capacidade produtiva da empresa. O que Gaspar tinha a oferecer era exatamente o que buscávamos: uma área já construída, que exigiu algumas adaptações para atender nossas necessidades, e com espaço para ampliar a casa, caso convenha. Outro fator preponderante foi a localização. Ficaremos mais próximos das rotas de escoamento, o que nos trará inúmeros benefícios e até novas estratégias logísticas“, explica.

>> Clique aqui para receber em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

O presidente da Associação Empresarial de Gaspar (Acig), Nelson Bornhausen, essalta a posição favorável do município, que é o centro do Vale do Itajaí tem ligação com todas as cidades da região por meio de rodovias estaduais, além de estar às margens da BR-470 em processo de duplicação. “Não podemos esquecer que o anel de contorno municipal vai criar ainda mais oportunidades de logísticas, com acesso facilitado à BR-101, a portos e aeroportos. Assim, Gaspar tem fatores bastante atrativos para empresas que buscam expansão”, comenta.

Outro fator que registra a ascensão de Gaspar é a crescente quantidade de loteamentos residenciais que estão se formando.

Além do empreendimento da indústria química, vários outros já enxergaram no território gasparense vantagens para os negócios, como a Altona, indústria de ferro e aço, hoje localizada no bairro Itoupava Seca, próximo ao centro de Blumenau.


Foto: Divulgação / Guilherme Spengler

error: Conteúdo Protegido !!