Homem morto por cinco tiros na madrugada de hoje (8) em Blumenau já tinha sido preso por um assassinato

Na madrugada desta sexta-feira (8) um homem foi morto a tiros na Rua Franz Muller, bairro Velha Grande, em Blumenau. De acordo com as informações da Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 3h10min e seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) sem identificação. O Instituto Geral de Perícias e a Polícia Civil também foram acionados para colher vestígios que deverão contribuir para o esclarecimento do caso, que aconteceu em via pública.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

De acordo com o IML, o corpo foi reconhecido nesta manhã pela mãe, que afirmou em entrevista concedida a repórter Danúbia de Souza da RIC TV, que seu filho, Josué de França, de 36 anos, era usuário de drogas, alcoólatra, que sofria de depressão e chegou a atentar contra sua própria vida por pelo menos três vezes. Ela também relatou que Josué já cumpriu pena por conta de ter cometido um homicídio. Este foi o 28 º homicídio registrado em 2017 em Blumenau. A maioria dessas 28 pessoas possuíam alguma relação com crime, por conta de passagens policiais.

Apenas três são mulheres, todas vítimas de crimes passionais, sendo que nenhuma delas tinham passagens criminais. Dois dos casos envolvendo mulheres, foram seguidos de suicídio, um foi no bairro Escola Agrícola e outro no bairro Velha. Ainda houve outros casos em que o filho matou o pai, que cometia violência contra sua mãe e outros casos ainda, como por exemplo, relacionado a herança familiar. Em setembro já há pelo menos dois crimes para a Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Blumenau investigar.

O primeiro está relacionado a um corpo encontrado enrolado em lençol e cobertor no Rio Itajaí-Açú na última quarta-feira (6), já que o IML identificou que o corpo apresentava marcas de agressão. As investigações dos homicídios que ocorrem em Blumenau são coordenadas pelo delegado Bruno Effori, que tem cerca de 70% dos crimes elucidados.

error: Conteúdo Protegido !!