Homem preso por estupro em Gaspar já cumpriu pena por violência sexual contra criança

Não há como caracterizar como humana uma ação de estupro, ainda mais quando é cometida por um indivíduo que já esteve preso pelo mesmo crime, contra uma criança de apenas 9 anos em Ilhota em 2006, que agiu contra uma mulher em estado vulnerável, em via pública, a plena luz do dia e num local muito próximo de uma escola de ensino fundamental.

A atitude insana de Jonas Pereira, de 50 anos, pela Polícia Civil por conta de um estupro ocorrido no último dia 15, no bairro Figueira em Gaspar jamais trará algum sentimento positivo por parte da mulher, vítima desse caso e certamente gera ainda maior repúdio pelas vítimas de outros delitos desse indivíduo que está ainda está cumprindo pena, mas em regime aberto, segundo o delegado Bruno Effori.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Entrevistado pelo Notícias Vale do Itajaí, numa cela da delegacia de Gaspar sobre seu gesto, Pereira respondeu com sorriso no rosto que a vítima estaria bêbada. “Ela aceitou… dois bêbados, né” disse em aparente tom de ironia ao também comentar que estaria arrependido do ato, mas se mantendo calado ao ser indagado sobre os outros crimes que já cometeu, sendo que além dos estupros tem outros 16 envolvimentos em ocorrências policiais.

O crime cometido por Pereira no dia 15 de março foi filmado através de celular por um morador da região onde ocorreu o ato de estupro. O morador compartilhou as imagens nas redes sociais e durante a gravação, afirmou à outras pessoas que passaram pelo local e pararam para prestar auxílio à vítima que tinha conhecimento do crime, mas que não iria chamar a polícia para não se envolver. “Acreditamos que ele [quem gravou o vídeo] tinha sim condição de impedir aquela prática do crime. Então, isso vai ser apurado dentro dos mesmo procedimento e se for o caso responderá por omissão de socorro…” explicou o delegado.

No início da noite de hoje (26) Effori confirmou que a Justiça de Gaspar atendeu seu pedido e decretou a prisão preventiva de Jonas. No período matutino o delegado concedeu entrevista coletiva explicando a situação à imprensa. Confira:

Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

error: Content is protected !!