Jovem blumenauense é assassinada na saída de baile funk

Na madrugada deste sábado (14) foi registrado mais um assassinato em Blumenau. Dessa fez foi na saída do salão Nova Blumenau (bairro Salto do Norte), que sediou o primeiro Baile Funk. O crime aconteceu por volta das 3h da madrugada e teria motivação externa, já que a vítima, uma jovem de 23 anos possuía passagem criminal e também recentemente registrou um boletim de ocorrência por ameaça de morte.

De acordo com as informações levantadas pelas polícias, a jovem identificada como Ana Paula Weber teria se envolvido numa briga com outra moça dentro do salão e acabou sendo colocada para fora, mas insistiu em voltar, isso porque sua bolsa teria sido perdida. Ela estava acompanha de um irmão e mais alguns amigos e todos estariam tentando convencê-la de voltar para casa.

Enquanto seu irmão foi buscar seus pertences, pelo menos dois homens que estava num veículo Peugeot, prata, dispararam a queima roupa, atingindo a perna e a região da cabeça, o que foi fatal. A Polícia Militar e o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados imediatamente para o local e como o óbito foi constatado, o Instituto Geral de Perícias e a Polícia Civil também foram até o local.

O Notícias Vale do Itajaí conseguiu apurar, que a vítima desta noite foi indiciada pelo homicídio de Carlos Eduardo Klein, conhecido vulgarmente como Dentinho, que foi assassinado no mês de março no bairro Fidélis, também em Blumenau. Além disso a jovem respondia um crime por porte ilegal de arma, por conta de uma prisão em flagrante que ocorreu em abril deste ano na Capital do Estado. Além dela, Lucas Henrique dos Santos Silva também responde por esses dois crimes. Lucas seria seu ex-namorado e que está preso.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

De acordo com o delegado Bruno Effori, a prisão dela foi solicitada ontem e o crime pode ter sido de retalhação entre facções. Dentre as linhas de investigação da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, poderá ser adotada a linha investigatória sobre algum tipo de vingança, mas o mais provável é que a morte ocorreu por envolvimento com organização criminosa. O corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e estará à disposição de familiares após os procedimentos legais.

 

Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

error: Conteúdo Protegido !!