Morte de voluntário causa suspensão de testes da CoronaVac

Em todo o território nacional, os testes da vacina contra o coronavírus, a CoronaVac, foram suspensos nesta segunda-feira (9). A interrupção, conforme anunciou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi motivada pela morte de um voluntário. O evento, considerado pelo órgão como ‘adverso’, ocorreu em outubro e a suspensão do estudo tem o objetivo de avaliar os dados observados até o momento e julgar sobre o risco/benefício da continudade dos experimentos. A paralização significa que não poderão ser incluídos nos testes novos voluntários, mas aqueles que já foram imunizados continuam seguindo o cronograma normalmente.

> > Participe do nosso grupo no WhatsApp
>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

A decisão pela suspensão causou estranheza tanto no Instituto Butantan, quanto na Sinovac (empresa responsável pela vacina).
O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, confirmou a morte do voluntário, porém, segundo ele, a morte não está relacionada com a imunização da vacina, e a Sinovac informou que “confia” na segurança de sua vacina. A empresa confirmou que o incidente “não está relacionado com a vacina”.

Lembrando que a CoronaVac está na última fase de testes e tem voluntários em diversos países do mundo, além de ser uma das mais avançadas vacinas em estudos contra a Covid-19.

  • com informações Ansa Brasil

Foto: Cristiano Estrela / Secom

error: Conteúdo Protegido !!