Mulher apanha de marido, que utilizou até cabo de vassoura para agressão

Mais uma vez o destaque entre as ocorrências atendidas pela Polícia Militar em Blumenau, fica com situação de violência doméstica. Ontem (05), policiais que realizavam rondas preventivas foram destinados para uma residência Rua Margarida Bonifácio de Jesus, bairro Itoupavazinha, para averiguação de feminina sendo agredida pelo marido.

Assim que eles chegaram no local, conversaram com a vitima que relatou que seu companheiro lhe agrediu com socos e tapas na face, causando inchaço e vermelhidão no olho direito, também danificou alguns móveis da residência e deferiu golpes com um cabo de vassoura nas costas.

Ele gritou por socorro e o autor acabou tentando fugir do local, mas no decorrer da ocorrência os militares conseguiram localiza-lo e deram voz de prisão a ele, que foi conduzido até a Central de Plantão Policial da cidade, onde foi feito o Ato de Prisão em Flagrante pelo crime enquadrado na Lei Maria da Penha.

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Conselho Nacional de Justiça quer mais rigor contra “valentões”

Por contato dos bárbaros e do aumento de casos de violência doméstica e feminicídios no Brasil, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quer mais agilidade do Congresso Nacional para que Projetos de Leis que visam mais rigor na punição de quem infringe a Lei Maria da Penha.

A decretação da prisão preventiva de autores desse tipo de crime já é recomenda pelo CNJ. O Conselho também querem reforço de Unidades Judiciárias que atuam contra a violência doméstica, principalmente para garantir que as vítimas sejam atendidas de maneira mais humana, inclusive com psicólogos e assistentes sociais.

Tudo isso, também alinhado a um rigor maior para quem também comete violência através de perseguição psicológica, ameaça e injúria.

error: Conteúdo Protegido !!