O transtornos causados pela chuva em obras de rodovias de SC

Artigo de Lourival Luciano Lorenz, colunista do Mesorregional:

As obras de duplicação de rodovias e construção de rodovias são muito complexas. Com várias frentes de trabalho como por exemplo, escavação, pavimentação, concretagem de estruturas, montagem entre várias outras, e em sua grande maioria essas atividades ocorrem a céu aberto, e com isso sofre com as condições climáticas, principalmente os dias de chuva.

Atividades como corte e escavação de solo, compactação de aterro não tem como ser realizadas em dias assim pois a excesso de água torna o solo pouco coesivo tirando sua resistência e ainda prejudica as operações a ponto de poder causar acidentes entre os caminhões de transporte e as máquinas usadas no processo, como descrito acima essas tarefas são impossíveis de serem realizadas em dias de chuva.


Outra atividade que fica prejudicada é aplicação da camada asfáltica, uma vês que o concreto betuminoso usinado a quente, nome técnico dado ao asfalto, deve ser plicado em alta temperatura, a chuva pode fazer com que a temperatura não seja a ideal no momento da aplicação e também o ponto de aderência entre as camadas seja comprometida em razão da presença da água.

Claro temos que ressaltar também que existem leis trabalhistas destinadas aos trabalhos em ambientes molhados e que a saúde dos envolvidos pode ser afetada, essas são as explicações para o fato de não vermos as atividades acontecendo em dias de chuva.
Mas existem algumas atividades que podem ser feitas na chuva, conforme previsto em lei trabalhista, atividades de concretagem, montagem de estruturas, transporte de materiais agregados, sempre que a operação, a atividade não gerar risco aos envolvidos.

Inscreva-se no seu canal do YouTube, Engenharia & Obras.

error: Conteúdo Protegido !!