Polícia Militar ultrapassa 200 mil fiscalizações no trabalho de combate à Covid-19 em SC

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) publicou a Portaria nº 666, que regulamenta o funcionamento dos serviços de alimentação dos hotéis, pousadas e albergues durante o período de pandemia da Covid-19. Também estão definidas as normas para o uso de áreas de piscina e academias para prática de exercícios físicos. O texto foi publicado no Diário Oficial do Estado e já está em vigor. Entre as medidas que devem ser adotadas estão o afastamento mínimo de 1,50m de distância, com o uso de máscaras, a disponibilização de álcool 70% na entrada do estabelecimento e no início da fila do buffet, por exemplo, assim como a disponibilidade de luvas descartáveis. As novas autorizações em hotéis, pousadas, albergues e afins poderão ser revogadas a qualquer tempo diante da evolução da pandemia da Covid-19 e seu impacto na rede de atenção à saúde.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, explica que a liberação ocorre pelo fato de restaurantes e serviços existentes fora de unidades hoteleiras já terem autorização para funcionar. “O funcionamento é autorizado diante de regramentos e protocolos específicos determinados pelo Governo do Estado, com o objetivo de aumentar a segurança e evitar o risco de novas infecções”, completa.

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Fiscalização

Desde o dia 17 de março, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) ultrapassou o número de 200 mil fiscalizações relativas às restrições das atividades econômicas e de isolamento social, atendendo aos decretos governamentais e contabilizou mais de quatro mil horas dedicadas às fiscalizações sanitárias. Os dados configuram uma das maiores operações já realizadas.

Segundo o sub-comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Marcelo Pontes, a marca mostra a necessidade da continuação do nível do trabalho que está sendo realizado. “Sabemos da dificuldade do momento e da importância de estarmos todos unidos para garantir que esta pandemia chegue a níveis aceitáveis”, afirmou.

Covid-19 no Alto Vale

As 28 cidades do Alto Vale registram, atualmente, 359 casos ativos da Covid-19. A região contabiliza 3.908 pessoas recuperadas, número que representa 90,5% da população infectada. Dos casos positivos, 52,2% são mulheres, contra 47,8% de homens. Em relação aos óbitos, a faixa etária de 70 a 79 anos é a que contabiliza o maior número de ocorrências.

Foto: Divulgação / Secom

error: Conteúdo Protegido !!