Usuário do perfil de ‘Pateta humano’, conhecido por instigar suicídio é encontrado em Sorocaba/SP

Conforme o Mesorregional já noticiou, circulam na internet perfis com a foto que se parece com um Pateta bizarro, despertando curiosos ao contato e enviando mensagens que podem induzir ao suicídio. Nesta terça-feira, dia 14, um adolescente morador de Sorocaba (SP) confessou ser o responsável de um destes perfis de rede social caracterizado pela figura conhecida como “Pateta humano”. A Polícia Civil de São Paulo cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito. O adolescente teve o celular apreendido e enviado para perícia.

A Polícia Civil e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina chegaram a alertar os pais para os riscos ao bem-estar das crianças em junho. Fotos de um homem usando uma maquiagem bizarra semelhante ao famoso personagem da Disney repercutiu nas redes sociais recentemente.

Entenda o caso:

Perfis nas redes sociais identificados como Jonathan Galindo seriam os responsáveis por aterrorizar crianças e divulgar mensagens com podem induzir ao suicídio. Eles teriam começado a circular em 2017 em países de língua espanhola, principalmente no México. Nesse mesmo ano, ficou bastante conhecido o desafio da Baleia Azul, que também gerou alertas de perigo e chegou a atingir adolescentes brasileiros. Outro caso parecido foi disseminado na web com imagens de uma obra de arte japonesa que ficou conhecida como Momo. De forma semelhante, a Polícia Civil informou ter sido identificada uma migração para o Brasil desse “Pateta humano”.

Esses perfis têm poucas postagens e desafiam as pessoas a segui-los e enviar uma mensagem privada. Feito isso, é só esperar o retorno deles, que se dá através do envio de mensagens, vídeos, áudios ou até mesmo de uma ligação por vídeo ao vivo. O conteúdo da resposta tem a intenção de causar desconforto, medo e, em alguns casos, tenta provocar o suicídio.

A recomendação da Polícia é que os pais retardem acesso às redes sociais para os pequenos, e caso a internet seja utilizada, monitorem 100% as conversas e o que eles têm baixado. Também é aconselhável deixar o computador em local visível, evitar quartos com portas fechadas, instalar programas ou aplicativos espiões que controlem os conteúdos de acesso à rede.

Foto: Reprodução Internet

error: Conteúdo Protegido !!