2021 é definido pela OMS como o Ano Internacional dos Trabalhadores da Saúde e Cuidadores

A decisão quer homenagear a dedicação dos profissionais na linha de frente ao combate da Covid-19.


Como reconhecimento à dedicação e ao sacrifício de milhões de profissionais na linha de frente do combate à pandemia de Covid-19, os estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiram, por unanimidade, designar 2021 como o Ano Internacional dos Trabalhadores de Saúde e Cuidados.

A decisão foi tomada na 73ª Assembleia Mundial da Saúde (AMS), realizada virtualmente, e destacou o papel crítico dos profissionais de saúde e cuidados para garantir a saúde e prosperidade, enfatizando a urgência de abordar os desafios enfrentados pelos profissionais de saúde.


Jim Campbell, diretor do Departamento de Força de Trabalho de Saúde na sede da Organização Mundial da Saúde (OMS)
, diz que a decisão dá uma direção clara sobre o consenso e as ações necessárias na força de trabalho de saúde e cuidados. “A OMS exorta todos os estados-membros, Instituições de financiamento internacional, iniciativas globais de saúde e parceiros a investirem na prontidão da força de trabalho de saúde, educação e aprendizagem para controlar a pandemia, manter os serviços de saúde e se preparar para uma vacina contra a Covid-19 ”, afirmou o diretor.


A escolha da OMS reflete o consenso dos países-membros quanto à necessidade de empoderamento da profissão e incentivo às práticas avançadas de enfermagem para fortalecimento da atenção primária.


A assembleia discutiu também a crescente escala da migração internacional de profissionais de saúde. Os estados-membros reconheceram a relevância do código, particularmente no contexto da Covid-19, e pediram sua implementação reforçada. Os países-membros solicitaram à OMS e aos parceiros que fortaleçam seu financiamento, implementação e monitoramento.

  • com informações: Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e Organização Mundial da Saúde (OMS).

Foto: Marcelo Martins/ PMB

error: Conteúdo Protegido !!