Corpo de Bombeiros de Blumenau fecha temporariamente quartel do Garcia por conta da Covid-19

O Corpo de Bombeiros Militar de Blumenau fechou temporariamente o pelotão do Garcia, desde esta terça-feira (21), por conta do avanço do coronavírus no município. A suspensão dos serviços na Base Sul não interrompe o atendimento do Corpo de Bombeiros Militar na região, que passa a ser efetuado pelas guarnições de serviço lotadas no quartel do Centro.

Conforme a corporação informou em nota, foi formada uma reserva operacional a fim de cobrir o eventual afastamento de bombeiros militares que apresentem suspeita ou confirmação de contágio pela Covid-19. Além disso, para restringir a circulação de pessoas entre as guarnições de serviço de Blumenau, o serviço voluntário foi reduzido para um bombeiro comunitário por dia em cada quartel. As medidas têm como objetivo principal minimizar a probabilidade de contágio da Covid-19 pelos bombeiros de prontidão e, por consequência, reduzir a chance de transmissão do vírus aos cidadãos atendidos pelo CBMSC no município.

A decisão pelo fechamento temporário do pelotão Garcia foi feita considerando os seguintes pontos:

Portanto, considerando também:

  • O afastamento de bombeiros militares e comunitários pertencentes a grupos de risco;
  • A necessidade de haver um efetivo mínimo de bombeiros por viatura operacional a fim de garantir a qualidade do serviço prestado pelo CBMSC;
  • A redução de 32,3% no número de ocorrências atendidas em Blumenau desde a adoção de medidas restritivas ao contágio de Covid-19 pelo Governo de Santa Catarina;
  • A diminuição no fluxo de automóveis no município, que permite o deslocamento mais ágil das viaturas operacionais;
  • E que a Região Sul é a que apresenta o menor número de ocorrências em Blumenau, quando comparada às Regiões Centro e Norte;

Tão logo a situação de normalidade se restabeleça ou ocorra incremento de efetivo, o serviço na Base Sul será normalizado“, ressaltou a corporação. Estatisticamente, considerando critérios técnicos, e como forma de melhor organizar a prestação do serviço na cidade, nos casos necessários e extremos, a Base Garcia é a primeira estrutura a ter a sua escala reduzida em caso de redução do efetivo disponível, seguida pela Base Norte e, por último, pela Base Centro.


Foto: Divulgação / CBM

error: Conteúdo Protegido !!