Drone pirata é apreendido em Gaspar após sobrevoar a BR-470 em baixa altitude

Na tarde deste domingo (12), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu um drone sem registro que sobrevoava próximo aos veículos na BR-470, ameaçando a segurança de quem utilizava a rodovia. Os agentes faziam rondas nas proximidades do quilômetro 38 quando avistaram a aeronave em baixa altitude, a cerca de 10 metros da pista. O operador foi localizado e orientado a pousar o equipamento em local seguro.

Os policiais verificaram que a aeronave era irregular, pois não possui registro na Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). O próprio operador informou que ainda não havia homologado o equipamento. Apesar disso, colou adesivos feitos por ele com os dizeres “em processo de homologação”, sem contudo apresentar nenhum documento comprobatório. O responsável também não possuía nenhum tipo de solicitação de voo no sistema do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Conforme determinação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), aeronaves remotamente pilotadas devem voar a pelo menos 30 metros de distância de edificações ou de pessoas que não tenham dado expressa autorização para isso.

O drone foi retido por falta de homologação e o operador vai responder a um Termo Circunstanciado perante a Justiça da Comarca de Gaspar por operar aeronave irregular e por exposição de perigo à vida ou saúde de terceiros.


Foto: Divulgação / PRF

error: Conteúdo Protegido !!