É hora de Blumenau reabrir!

Artigo de Thiago Schulze, colunista do Mesorregional:

Encaramos um vírus mortal incurável. Poucas gerações vivas passaram por coisa semelhante. Não havíamos nos preparado e não soubemos o que fazer. Fechamos tudo. Talvez tenha sido um acerto, talvez não, a história dirá. Precisamos agora encarar os fatos e tomar decisões com base nos dados atualmente apresentados.

A ocupação de nossos leitos de UTI vem caindo diariamente, o número de recuperados já soma 8.459 na contagem oficial e ainda existem mais 2.064 infectados em tratamento, sendo 1.993 em isolamento domiciliar. Se considerarmos o estudo realizado pela Universidade de Brasília (UnB), que demonstra que o número real de infectados é quinze vezes maior que o mencionado pelos dados oficiais, chegamos a um total de 35,55% da população imunizada e mais 8,67% atualmente infectada, perfazendo 44,22% do município.

Outro estudo, realizado por pesquisadores do Brasil, Portugal e Reino Unido, publicado na plataforma “medRxiv”, afirma que a imunidade coletiva pode ser alcançada em uma determinada região se uma média de 10% a 20% da população for infectada, criando uma barreira natural contra a infecção. Em locais onde o limiar de imunidade coletiva já fora alcançado, a tendência é que o número de casos siga caindo, mesmo com a reabertura econômica.

Em suma, se os números estiverem certos, temos em torno de 35,55% da população de Blumenau imunizada querendo consumir em comércios, restaurantes, cinemas, shoppings e similares. Não há qualquer indício de eficácia quanto às restrições de horário de funcionamento, nenhum estudo demonstrando que esta limitação realmente diminui o número de casos, tampouco evidências de que o vírus só infecte no período noturno, portanto também não faria sentido manter qualquer condicionante neste sentido. É hora de reabrir a cidade sem asteriscos!

Siga-me também no Instagram: @thiago.schulze

error: Conteúdo Protegido !!