Entidades repudiam paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo urbano em Blumenau

As Entidades Empresariais e de Classe de Blumenau emitiram uma nota em que manifestam repúdio à paralisação dos ônibus urbanos em Blumenau, sobretudo a que ocorreu na madrugada e início da manhã desta terça-feira (03), momento em milhares de estudantes e trabalhadores foram prejudicados, assim como empresas, já que não houve aviso prévio, como determina a lei.

“As Entidades Empresariais e de Classe de Blumenau esperam que o sindicato dos motoristas e cobradores atue de forma a atender a legislação, usando o bom senso nas negociações reivindicatórias, evitando prejudicar toda uma coletividade que depende dos ônibus para sua locomoção.” informa a nota divulgada no site da Associação Empresarial de Blumenau, a ACIB.

Na manifestação as lideranças empresariais solicitaram que “em casos de paralisações, a comunidade deve ser avisada antecipadamente com no mínimo 48 horas.” e que não se deve “esquecer que os blumenauenses, ainda traumatizados pela pandemia que vem ceifando tantas vidas, não merecem mais essa atribulação no seu dia a dia.” como ocorreu mais uma vez a prática do Sindestrancol, que para garantir benefícios para motoristas e cobradores, fez a população sofrer.

Além da ACIB, assinaram a nota de repúdio a AMPE (Associação de Micro e Pequenas Empresas), a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), o CODEIC (Conselho de Desenvolvimento da Itoupava Central) a INTERSINDICAL, a OAB (Ordem dos Advogados de Blumenau e o SINDILOJAS (Sindicato dos Lojistas).

>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Converse com o Mesorregional pelo WhatsApp
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

Foto: Reprodução / Acib

error: Conteúdo Protegido !!