Envolvidos em furto a banco de Apiúna são presos

A Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (7), cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra integrantes da organização criminosa envolvida no furto ao Banco Sicoob, em Apiúna.

O crime aconteceu no dia 13 de outubro do ano passado, por volta das 5h. Os criminosos arrombaram a agência, explodiram os caixas eletrônicos e subtraíram os valores pertencentes ao banco. No mesmo dia, no período da tarde, um dos autores foi preso pela Polícia Militar, em Blumenau.

A operação é fruto da investigação que se iniciou no mês de outubro de 2019, logo após a execução do crime, e resultou na identificação e individualização das condutas de todos os investigados. “Entre os investigados, quatro possuem ligação direta com o crime organizado. Um deles, inclusive, integra a alta cúpula da organização criminosa que atua em Santa Catarina“, disse o Delegado Ronnie Esteves.

Ainda de acordo com o delegado, as buscas e prisões foram realizadas em Apiúna, Timbó, Abdon Batista, Xanxerê e Blumenau, bem como em Porto Velho, no Estado de Rondônia. Um dos mandados de prisão foi cumprido no interior da Penitenciária Federal de Porto Velho, lugar no qual se encontra egregado um dos líderes da facção criminosa que atua em Santa Catarina.

Foram cumpridos 11 mandados judiciais, sendo sete de prisões preventivas e quatro de busca e apreensão domiciliar. Três pessoas foram presas em Blumenau, uma em Abdon Batista, duas em Xanxerê e uma em Apiúna. Em Timbó foi cumprido um mandado de busca e apreensão domiciliar.

Agora, com oito presos, a Polícia Civil comunicou que o crime está definitivamente solucionado, com a identificação e a participação de todos os investigados.


Foto: Divulgação / Polícia Civil

error: Conteúdo Protegido !!