Ex-secretário de SC envolvido no caso de respiradores fantasmas renuncia ao cargo de vereador em Biguaçu

O ex-chefe da Casa Civil de Santa Catarina, Douglas Borba (PSL), investigado pelo Ministério Público do envolvimento na compra de 200 respiradores mecânicos pelo montante de R$ 33 milhões e pagos antecipadamente, que sequer chegaram ao estado, protocolou na Câmara de Biguaçu, hoje (19), seu pedido de renúncia ao mandato de vereador, do qual estava licenciado desde janeiro do ano passado.

Seu pedido de renúncia ocorreu um dia depois de seus colegas aprovarem a
abertura de processo de cassação do mandato, quando ele também apresentou um pedido de licença por um mês. Através da renúncia Douglas escapa de ser cassado, ou seja, preserva os direitos políticos. No seu pedido de renúncia, Borba afirmou pretende “dedicar-se à família
e aos assuntos privados”.

Foto: Reprodução / CMB

Foto em destaque: Ricardo Wolffenbüttel / SECOM-SC (Arquivo)

error: Conteúdo Protegido !!