Mais de 400 farmácias de SC e PR aderem a campanha contra a violência doméstica

A campanha “Sinal Vermelho para a Violência“, idealizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), está atraindo cada vez mais apoiadores. Empresas do ramo farmacêutico de todo o estado e, inclusive, do estado do Paraná, uniram-se à iniciativa, na luta contra a violência doméstica.

Em farmácias e drogarias previamente cadastradas, as mulheres vítimas de violência podem denunciar as agressões ao fazer um xis com batom vermelho (ou com qualquer outro material) na palma da mão ou num pedaço de papel e mostrá-lo ao atendente, que acionará a Polícia Militar.

A comarca de Ituporanga registrou, no mês de julho, a primeira ocorrência de violência doméstica atendida pela Polícia Militar em que a vítima se valeu do sinal vermelho para denunciar as agressões do marido.

Os estabelecimentos são orientados a colocar um pôster (da mão com um xis vermelho) na entrada das lojas para identificar a participação na campanha. Eles receberam uma cartilha e um tutorial em formato visual com explicações sobre os caminhos a serem seguidos, com orientações detalhadas de como atender a vítima e acionar a polícia, sempre de acordo com o protocolo preestabelecido.


Como participar

Qualquer estabelecimento pode participar da campanha. Basta entrar em contato com a Cevid pelo e-mail cevid@tjsc.jus.br ou telefone (48) 3287-2636 para assinar o termo de adesão. Assim que assinado o termo, é feita a remessa do material de capacitação e treinamento. Mais informações no site da campanha.


Foto: Marco Nascimento / Ag. Pará

error: Conteúdo Protegido !!