Operação do GAECO investiga fraude em medidores de energia elétrica em Blumenau, Indaial e outras cidades de SC

O Grupo de Atuação Especial de Combate as Organizações Criminosas (GAECO), em apoio à 10ª Promotoria de Justiça da Comarca de Chapecó, deflagrou na manhã desta quinta-feira (07) a operação “Meia Conta“, que visa desmantelar uma associação criminosa atuante tanto no oeste de Santa Catarina, como no Vale do Itajaí. Esse grupo de pessoas é investigado por cometerem fraudes em medidores de energia elétrica de estabelecimentos comerciais.

De acordo com as informações preliminares divulgadas pelo Ministério Público de Santa Catarina, foram cumpridos quatro mandados de prisão, 17 mandados de busca e apreensão e uma condução coercitiva nas cidades de Blumena, Indaial, Jaraguá do Sul e também em Chapecó. Somente em um dos locais de busca, foram apreendidos cerca de 30 medidores de energia de origem ilícita, além de cheques e dinheiro que ainda não foram contabilizados.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Foram três meses de investigação. Nesse período além de sete criminosos (que estariam atuando há pelo menos dois anos), foram identificados pelo menos 35 estabelecimentos comerciais beneficiados pela fraude. A estimativa é que centenas unidades consumidoras foram beneficiadas com as fraudes. O número exato, assim como a dimensão do prejuízo causado, ainda será avaliado pela CELESC (Centrais Elétricas de Santa Catarina).

 

A coordenação do GAECO de Blumenau divulgará mais informações na tarde de hoje, quando traremos mais informações sobre o caso.

 

Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

error: Conteúdo Protegido !!