Reforma Política deverá ser colocada em votação no Congresso em 2017

Várias reformas poderão ser colocadas em votação no plenário da Câmara e também no Senado Federal. As regras da Previdência e também as trabalhistas devem receber prioridade neste ano no legislativo já que o Governo Federal apresentou propostas para evitar um crescimento no déficit da Previdência Social e quer aumentar a geração de empregos e diminuir a recessão da economia com a Reforma Trabalhista.

A Reforma Política também deve ser amplamente debatida no Congresso, já que em 2018 haverá eleição para presidente da República, governadores, senadores e deputados estaduais e federais, o que obriga que qualquer alteração na legislação eleitoral seja feita até o início de outubro deste ano.

Entre os pontos mais relevantes da Reforma Polícia estão o financiamento de campanha e também o sistema de votação. Além do possível fim da reeleição e até mesmo o fim do voto obrigatório. Outros pontos também deverão sem amplamente debatidos como por exemplo a coincidência de eleições, o tempo dos mandatos e o incentivos a participação das mulheres na disputa de cada pleito.

Um outro eixo da Reforma Política diz respeito diretamente ao partidos políticos, já que coligações e criação de novas legendas podem receber barreiras. Algum ou outro ponto que for aprovado na Câmara poderá até ser reprovado no Senado, mas isso será pouco provável, porque já existe um consenso o entre as “casas” para que isso seja amplamente debatido, para não vir acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!