Réptil voador do tempo dos dinossauros é descoberto na Argentina

Uma equipe de paleontólogos descobriu uma enorme espécie de réptil voador nas montanhas dos Andes, na província de Mendoza, na Argentina. O fóssil data de 86 milhões de anos atrás, período Cretáceo, época dos dinossauros. Segundo especialistas ele era um predador com cerca de 9 metros de comprimento que utilizava as asas para caçar suas presas no tempo pré-histórico.

Converse com o Mesorregional e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Foto: University of Cuyo

O réptil foi apelidado de ‘O Dragão da Morte’ e o nome cientifico é ‘Thanatosdrakon amaru’, palavras gregas que significam: morte (thanatos) e dragão (drakon). Os paleontólogos estimam que a espécie viveu cerca de 20 milhões de anos antes do impacto do asteroide com o planeta na região da península mexicana de Yucatán.

Informações: Istoé Dinheiro, Agencia Brasil e Reuters.
Fotos: Reprodução/Divulgação.

error: Conteúdo Protegido !!