Caso de homem que atirou para o alto para reclamar de som alto em Benedito Novo, sofre condenação

A Vara de Timbó condenou um morador de Benedito Novo por disparo e posse ilegal de arma de fogo. O fato aconteceu depois de uma discussão com um vizinho motivada por som alto, quando o homem efetuou disparos de arma de fogo para o alto, próximo das casas dos envolvidos.

A Polícia Militar encontrou na casa do acusado um projétil de arma de fogo deflagrado, um revólver e dois estojos de munição calibre 32 com capacidade para seis tiros. No tambor da arma foram localizados quatro projéteis deflagrados e dois intactos. O episódio ocorreu em novembro de 2016 e a denúncia do MP foi recebida pelo juízo em fevereiro de 2018.

O réu afirmou em seu depoimento que efetuou três disparos para cima, da janela de sua casa e que falou para o vizinho abaixar o volume do som porque estava alto e “tremia tudo”, mas ele não deu importância para a reclamação. Disse ainda que recebeu a arma de herança de seu avô e que não possuía registro e que atualmente tem bom relacionamento com o vizinho.

Sua pena foi fixada em três anos e 20 dias de reclusão – substituída por duas restritivas de direitos (limitação de fim de semana pelo tempo da sanção corporal imposta e prestação pecuniária equivalente a um salário mínimo).

Foto: Arquivo Mesorregional

error: Conteúdo Protegido !!