Centro de Inovação Blumenau já tem mais de 80% do espaço ocupado

Antes mesmo de ser inaugurado, o Centro de Inovação Blumenau (CIB) já alcançou mais de 80% das salas locadas. A inauguração está marcada para o próximo dia 17. São empresas, negócios, investidores e apoiadores que enxergam no CIB uma oportunidade de criar conexões, geração e ampliação de novos negócios e investimentos.

De acordo com o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovações da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rafael Meyer, Blumenau está ganhando um extraordinário investimento. “Com mais este passo que será dado em breve, a ideia da SDE é promover o empreendedorismo e apoiar o desenvolvimento de novas vocações regionais, conectando poder público, universidades e iniciativa privada”, frisa ele, enfatizando que a proposta é fazer com que a região do Vale do Itajaí se destaque cada vez mais entre os principais polos de tecnologia do país, assim como as demais regiões do nosso Estado.

“Desde o princípio deste projeto, a FURB entendeu a relevância da proposta. Cedemos o terreno e cuidamos de toda a execução da obra. Isso só foi possível porque a FURB é uma instituição pública, habituada aos processos que envolvem a aplicação de recursos públicos. Inaugurar o CIB com mais de 80% de ocupação reflete o quanto essa estrutura é necessária para ativar nosso Distrito de Inovação, e o papel da FURB é fundamental neste processo, pois acreditamos que a Universidade é um dos principais agentes dentro da articulação e interação entre os diversos segmentos em que a inovação atua”, destaca a reitora Marcia Sardá Espindola.

A estrutura em Blumenau
O prédio que fica na Rua São Paulo, 3366, Bairro Itoupava Seca, no Campus 2 da Universidade Regional de Blumenau (FURB), tem ao todo uma área construída de 4,1 mil metros quadrados. São cinco andares. No térreo, a estrutura conta com uma recepção e auditório com capacidade para 150 pessoas. No segundo andar fica o mezanino com salas de reuniões e treinamentos, locais que poderão ser locados pelas empresas que estarão no CIB ou mesmo comunidade externa.

No terceiro e quarto andares estão os espaços reservados para empresas e entidades. Entre as que já garantiram seus locais estão, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo, Blusoft, além de várias empresas, como a Eletro Aço Altona. O quinto andar tem sala de reuniões e área para eventos, também disponíveis para locação à comunidade externa. A entidade gestora do CIB é o Instituto Gene.

“Sempre falamos que queríamos inaugurar o CIB já com negócios e pessoas lá dentro. Estamos cumprindo nosso objetivo e a poucos dias de entregar o local para a comunidade, ultrapassando 80% de ocupação. Estamos na reta final para a entrega deste importante equipamento para o ecossistema de inovação e empreendedorismo da região da AMMVI. Este espaço será um ponto focal para a interação e conexão entre os mais diversos setores, que de forma colaborativa poderão criar e desenvolver seus projetos”, pontua o presidente do Conselho de Administração do Instituto Gene, Udo Schroeder.

Novo Projeto
A partir de agora, o CIB será o ponto de referência do projeto em execução do chamado Distrito de Inovação de Blumenau, que engloba uma área de 3,4 quilômetros quadrados entre os bairros Itoupava Seca e Victor Konder, onde estão centralizadas universidades, incubadora, empresas de tecnologia, coworkings e outras instituições e, estabelecimentos importantes para a unificação do ecossistema de inovação.

Quem ainda tiver interesse em ter um local no CIB basta se inscrever nos editais disponíveis. São três editais: um para incubação de novos negócios, outro para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e o terceiro para empresas inovadoras.

De acordo com o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovações da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rafael Meyer, Blumenau está ganhando um extraordinário investimento. “Com mais este passo que será dado em breve, a ideia da SDE é promover o empreendedorismo e apoiar o desenvolvimento de novas vocações regionais, conectando poder público, universidades e iniciativa privada”, frisa ele, enfatizando que a proposta é fazer com que a região do Vale do Itajaí se destaque cada vez mais entre os principais polos de tecnologia do país, assim como as demais regiões do nosso Estado.

“Desde o princípio deste projeto, a FURB entendeu a relevância da proposta. Cedemos o terreno e cuidamos de toda a execução da obra. Isso só foi possível porque a FURB é uma instituição pública, habituada aos processos que envolvem a aplicação de recursos públicos. Inaugurar o CIB com mais de 80% de ocupação reflete o quanto essa estrutura é necessária para ativar nosso Distrito de Inovação, e o papel da FURB é fundamental neste processo, pois acreditamos que a Universidade é um dos principais agentes dentro da articulação e interação entre os diversos segmentos em que a inovação atua”, destaca a reitora Marcia Sardá Espindola.

A estrutura em Blumenau
O prédio que fica na Rua São Paulo, 3366, Bairro Itoupava Seca, no Campus 2 da Universidade Regional de Blumenau (FURB), tem ao todo uma área construída de 4,1 mil metros quadrados. São cinco andares. No térreo, a estrutura conta com uma recepção e auditório com capacidade para 150 pessoas. No segundo andar fica o mezanino com salas de reuniões e treinamentos, locais que poderão ser locados pelas empresas que estarão no CIB ou mesmo comunidade externa.

No terceiro e quarto andares estão os espaços reservados para empresas e entidades. Entre as que já garantiram seus locais estão, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo, Blusoft, além de várias empresas, como a Eletro Aço Altona. O quinto andar tem sala de reuniões e área para eventos, também disponíveis para locação à comunidade externa. A entidade gestora do CIB é o Instituto Gene.

“Sempre falamos que queríamos inaugurar o CIB já com negócios e pessoas lá dentro. Estamos cumprindo nosso objetivo e a poucos dias de entregar o local para a comunidade, ultrapassando 80% de ocupação. Estamos na reta final para a entrega deste importante equipamento para o ecossistema de inovação e empreendedorismo da região da AMMVI. Este espaço será um ponto focal para a interação e conexão entre os mais diversos setores, que de forma colaborativa poderão criar e desenvolver seus projetos”, pontua o presidente do Conselho de Administração do Instituto Gene, Udo Schroeder.

Novo Projeto
A partir de agora, o CIB será o ponto de referência do projeto em execução do chamado Distrito de Inovação de Blumenau, que engloba uma área de 3,4 quilômetros quadrados entre os bairros Itoupava Seca e Victor Konder, onde estão centralizadas universidades, incubadora, empresas de tecnologia, coworkings e outras instituições e, estabelecimentos importantes para a unificação do ecossistema de inovação.

Quem ainda tiver interesse em ter um local no CIB basta se inscrever nos editais disponíveis. São três editais: um para incubação de novos negócios, outro para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e o terceiro para empresas inovadoras.

Foto: Divulgação

error: Conteúdo Protegido !!