Como cuidar da saúde da edificação e garantir a segurança

Abaixo você confere mais um artigo do colunista Daniel Funchal, Engenheiro Civil e professor universitário que escreve quinzenalmente ao Notícias Vale do Itajaí. Na sua coluna de hoje o engenheiro trata sobre os cuidados com edificações. Aproveite a leitura e garanta boas dicas!

 

Acidentes de grande porte em edificações ganham destaque na mídia, como os desabamentos de prédios no Centro da cidade do Rio de Janeiro (RJ), em São Bernardo do Campo (SP) e em Recife (PE), comprovando a necessidade de se realizar um trabalho técnico, a Inspeção ou Vistoria Predial de Edificações, já obrigatória em diversas cidades.

 

Os noticiários alertam, para os diversos acidentes com vítimas fatais. Além das tragédias citadas, ocorrem outras envolvendo desabamentos de telhados e coberturas, quedas de marquises, desplacamento de revestimentos e incêndios. Este último tem ocorrido com certa frequência nos últimos anos na cidade de Blumenau, tanto em residências como em estabelecimentos comerciais e industriais.

Muitas dessas tragédias ocorreram e ocorrem em edificações onde se verifica a falta de atenção com a manutenção; o uso indevido dos espaços ou a realização de intervenções inadequadas. Por diversas razões, os proprietários de imóveis, usuários e gestores prediais negligenciam, ou mesmo ignoram, as manutenções preventivas e corretivas.

Essa negligência reverte em prejuízo e, em alguns casos, em acidentes que geram perdas de vidas.

Fotos (acervo próprio): Bico de sprinkler (chuveiro automático) sem o defletor, funcionamento comprometido por falta de inspeção e manutenção.

 

Um estudo realizado e apresentado em 2009, no XV Congresso Brasileiro de Engenharia de Avaliações e Perícias (COBREAP) identificou a relação “Causa X Efeito” dos acidentes, e sua forte correlação com a manutenção predial.

Dos resultados obtidos, 66% das prováveis causas e origens dos acidentes são relacionadas à deficiência com a manutenção, perda precoce de desempenho e deterioração acentuada. Apenas 34% dos acidentes possuem causa e origem relacionadas aos chamados vícios construtivos, ou, ainda, anomalias originárias da própria edificação (projetos, materiais e execução).

Pode-se assim concluir que há meios de se eliminar a possibilidade de colapso e a deterioração precoce das edificações, sendo necessário implementar um sistema de manutenção eficiente, além de realizar avaliações periódicas das condições técnicas nos prédios.

Estas avaliações ou diagnósticos da edificação são denominados Inspeção ou Vistoria Predial. Trata-se de uma medida preventiva, visando eliminar os riscos de acidentes, além de auxiliar no direcionamento de investimentos e nas adequações do plano de manutenção.

A inspeção ou vistoria de uma edificação é atividade que obrigatoriamente deve ser executada por profissional qualificado e legalmente habilitado, atendendo às exigências e ao rigor técnico, às normas e legislações específicas já existentes.

Considerando que os reparos e manutenções corretivas custam de 5 a 20 vezes mais caro que a prevenção e que os acidentes podem resultar e grandes prejuízos materiais e humanos, consulte seu engenheiro de confiança e faça regularmente um “check-up” na sua edificação.

 

 

Daniel Funchal

Engenheiro Civil & Professor Universitário

 

Onde você me encontra:

twitter.com/daniel_funchal
fb.com/ProfDanielFunchal/
youtube.com/DanielFunchal
linkedin.com/in/dfunchal/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!