Coração do primeiro imperador do Brasil, Dom Pedro I, virá para o bicentenário da independência do país

Nesta quarta-feira (22), a página oficial da Câmara Municipal do Porto divulgou que o Brasil recebeu autorização para a vinda do coração de Dom Pedro I para as comemorações do bicentenário da independência brasileira. A relíquia de 187 anos, passou por perícia no Instituto de Medicina Legal (IML) do Porto após terem surgido preocupações quanto à vulnerabilidade do translado.

“Estas preocupações foram por mim ouvidas”, afirmou Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, que disse ter entrado em contato também com o presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e com o reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira, sobre o assunto.

Converse com o Mesorregional e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

“O relatório de perícia ainda não está totalmente concluído, mas já nos foi assegurado que o coração [de D. Pedro I] poderá ser trasladado temporariamente para o Brasil, mediante a exigência de um transporte em ambiente pressurizado”, informou Moreira, que compareceu com a caixa onde está a chave que abre o cofre onde está o coração.

O Estado brasileiro deu todas as garantias para o transporte da relíquia, que ficará a carga da Força Aérea Brasileira (FAB). As comemorações do bicentenário da independência do Brasil vão ocorrer durante o mês de setembro.

Quem foi Dom Pedro I?
Pedro I do Brasil ou Pedro IV de Portugal, foi o primeiro Imperador do Brasil de 1822 até sua abdicação em 1831, e também Rei de Portugal e Algarves como Pedro IV entre março e maio de 1826.

Informações Agência Brasil.
Foto: Pintura “Independência ou Morte” do artista brasileiro Pedro Américo.

error: Conteúdo Protegido !!