Economista dá dicas de como escolher um bom plano de previdência privada

Imaginar a vida na terceira idade é um exercício pouco praticado por quem ainda é jovem. Afinal, em um mundo cada vez mais condicionado a “viver no agora”, se preocupar com a realidade dentro de 30 ou 40 anos pode parecer perda de tempo. No entanto, especialistas refutam essa filosofia e garantem: planejar-se com antecedência pode ser o segredo para quem quer chegar à aposentadoria com tranquilidade financeira. Fausto Curadi, economista e sócio da InterInvest Investimentos, de Blumenau, sugere o plano de previdência privada como uma boa opção para atingir esse objetivo.

De acordo com o especialista, o primeiro passo é pesquisar os tipos de serviços oferecidos no mercado. Para isso, ele recomenda procurar uma empresa voltada a esta finalidade. “É importante ter metas claras e buscar a orientação adequada”, assinala Fausto. Outra indicação é apostar em planos de previdência que não cobrem as taxas de carregamento de entrada e saída. “Isso faz toda a diferença no montante da reserva no longo prazo. Há bancos que cobram até 4% de taxa de carregamento a cada aporte ou depósito que o investidor faz. É preciso ficar atento a esse detalhe”, alerta.

Nos planos de previdência privada, o investidor pode escolher o que mais combina com seu perfil: renda fixa, multimercado ou ações. O economista destaca que todas são ótimas opções, já que a contribuição é feita de forma automática, com valor fixo mensal. “Assim é mais fácil ficar dentro do orçamento planejado para o mês”, explica Fausto. Outra vantagem, segundo ele, é a flexibilidade para redirecionar o fundo. “No momento atual da economia, com a queda da taxa de juros, os fundos multimercados são mais atrativos que os de renda fixa. Mas nada impede o investidor de mudar de fundo caso aconteça algo no cenário econômico”, aponta.

 

Famílias precisam falar sobre educação financeira

Para Fausto, a educação financeira deve ser tema primordial em qualquer família que deseja ter um futuro despreocupado em relação a dinheiro. “Isso tem que ser colocado em prática nas famílias desde o momento em que se pensa em ter filhos, para começar a se planejar desde cedo”, opina. O economista ilustra a importância do planejamento rumo à aposentadoria:

“Com 20 anos de idade a pessoa inicia o plano de previdência com o valor inicial de R$ 1.000,00 e contribuições mensais de R$ 100,00. Essa pessoa com 65 anos de idade poderá se aposentar com uma reserva acumulada de R$ 613.087,27 (considerando a taxa de juros 9% ao ano). Já com 30 anos de idade, com valor inicial de R$ 1.000,00, os aportes mensais terão que ser de R$ 232,50 para se ter acumulado o valor de R$ 613.281,37 aos 65 anos de idade (considerando a mesma taxa de juros)”, exemplifica.

 

Sobre a InterInvest Investimentos

A InterInvest Investimentos é uma administradora de investimentos independente fundada em 2007 com sede Blumenau e filial em Florianópolis, dedicada a gerir investimentos no Brasil para fundos de pensão, atua na gestão de carteira de investidores qualificados e Family Offices.

 

Texto: Camila Iara da Presse Comunicação Empresarial
Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

error: Conteúdo Protegido !!