Embraer e Boeing anunciam acordo para criar nova empresa

da ANSA

 

Após meses de negociações, a Boeing e a Embraer anunciaram nesta quinta-feira (5) um acordo para a criação de uma nova empresa, que nasce avaliada em US$ 4,75 bilhões.

A nova companhia terá uma participação de 80% da Boeing e de 20% da Embraer, com a norte-americana pagando US$ 3,8 bilhões à brasileira (cerca de R$ 18 bilhões).

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O acordo envolve os negócios de aviação comercial, e as áreas de defesa e segurança, assim como a de jatos executivos, ficaram de fora. O objetivo é criar uma outra joint venture que contemple a área de defesa.

Em comunicado, os grupos anunciaram que a nova empresa será comandada por uma equipe de executivos com sede no Brasil, mas respondendo diretamente ao presidente da Boeing, Dennis Muilenburg, pois os norte-americanos terão o “controle operacional e de gestão”.

Já a Embraer ficou com o direito de governança e de veto em temas determinados.

Até o momento, apenas o acordo básico foi assinado, e os detalhes financeiros devem continuar em debate nos próximos meses. Depois, será preciso obter uma aprovação regulatória dos acionistas, do governo brasileiro e de agências regulatórias. A previsão é que a transação seja concluída em 2019.

 

Foto: Antônio Milena / ABr

 

 

error: Conteúdo Protegido !!