Fevereiro começa com tempo instável e com previsão de alto volume de chuva em Santa Catarina

Fevereiro começa com tempo instável com predomínio de nuvens e pancadas de chuva na maioria das regiões de Santa Catarina. O Vale do Itajaí, a região da Grande Florianópolis e também o Litoral Norte devem ficar em estado de atenção, já que nessas regiões há previsão da continuidade do alto volume de chuva, principalmente no fim da tarde e noite desta quarta-feira (01) e na madrugada de quinta (02).

Hoje a temperatura não sobe muito devido a cobertura de nuvens, mas permanece a sensação de ar abafado devido à alta umidade do ar.

As fortes chuvas que atingiram o Estado na segunda e terça-feira causaram alguns estragos. As cidades que registraram maior volume de chuvas foram Luiz Alves com 154mm, Florianópolis 137mm, Ilhota 123mm e Joinville 92mm. Em alguns municípios catarinsenses, choveu metade do que estava previsto para o mês de janeiro inteiro. Na tarde de terça-feira, houve registros de danos em Florianópolis, São José, Biguaçu, Barra Velha, Itajaí e Guaramirim com deslizamentos de terra e alagamentos. A Defesa Civil acompanha as condições dos locais e alerta para o risco de inundações, alagamentos e deslizamentos de terra.

Somente ontem, a Defesa Civil de Blumenau atendeu oito ocorrências em decorrências de deslizamentos e também por conta de queda de árvores sobre residências. A situação mais grave foi a queda de uma árvore sobre uma casa na Rua Augusto Groh, no bairro Nova Esperança. Além disso pelo menos três ocorrências foram atendidas na região sul da cidade, nos bairros Garcia, Da Glória e Progresso. Nos bairros Itoupava Seca, Velha e Água Verde também foram registrados queda de árvore, deslizamentos de terra e queda de muro respectivamente. De acordo com Adriano Cunha, diretor do órgão municipal a previsão para Blumenau é de chuva fraca a moderada para hoje, mas como o solo está encharcado a recomendação é de cuidados, principalmente nas áreas de risco.

Fotos: Divulgação / Defesa Civil de Blumenau

 

A meteorologista da Epagri/Ciram Gilsânia Cruz explica que a condição de chuva nessas regiões ocorre pela atuação de dois sistemas atmosféricos, um deles é influenciado pelo médio e alto nível da atmosfera, o que favorece a instabilidade, e na faixa que vai de Florianópolis até o Litoral Norte tem a entrada de umidade do mar em direção ao continente. “É essa umidade que traz os maiores volumes de chuva nessas regiões. O tempo vai começar a melhorar a partir da quinta-feira. A temperaturas voltarão a ficar mais altas”, informou.

 

*Com informações da Epagri/Ciram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo Protegido !!