Napoleão Bernardes volta das férias com a missão de definir secretariado

Napoleão Bernardes, prefeito de Blumenau, reeleito pelo PSDB (Partido Social Democrático Brasileiro) voltou das férias nesta terça-feira (24), após viagem ao exterior com sua esposa, a médica Maria Augusta Barros Bernardes. Napoleão já volta das férias com uma grande missão, nomear os nomes para as secretarias e autarquias do Município. O Notícias Vale do Itajaí foi em busca de algumas informações sobre os prováveis nomes que ocuparão cada cargo.

A pasta mais “disputada“ é a Secretaria de Obras, que deve permanecer com indicação feita pelo PMDB. Há pelo menos dois nomes na disputa pelo cargo que vai entre a permanência do atual secretário Paulo França ou então o ex-gerente regional da Celesc, Regis Evaloir da Silva, que seria uma novidade para a atual equipe.

Na Educação, Elenice Luchetta deve ficar definitivamente de fora, já que sua substituta, Patrícia Lueders, na avaliação do governo, conduziu bem a Secretaria enquanto Luchetta participava da campanha eleitoral. A candidata a vereadora acabou ficando apenas como sexta suplente do seu partido, o PSDB. Luchetta deve ser indicada a alguma diretoria, assim como o suplente e ex-vereador, Beto Tribess. Um nome que corre por fora, mas com pouca probabilidade de indicação, é do professor Ramides Sedilso Pessati.

Rafael Jensen, tenta se segurar na Secretaria de Serviços Urbanos, mas pode perder o cargo para uma indicação feita pelo PP (Partido Progressista) ou até mesmo pelo ex-vereador Robinson Soares, do Partido da República (PR), que ficou coligado com o concorrente de Napoleão. Sendo assim o mais provável é que Soares seja indicado apenas para uma diretoria.

Juliano Gonçalves certamente não ocupará mais o cargo de secretário de planejamento, já que Walfredo Baslistieri, ex-secretário da pasta na gestão do ex-prefeito João Paulo Kleinübing, estaria sendo cotado para o retorno ao cargo. Balistieri pode não aceitar o convite, porém um segundo indicado poderia ser Roni Wand-all, do PP, que foi secretário de Administração e pode permanecer tanto na Administração quanto na Fazenda.

Na Secretaria de Comunicação do Município, o mais provável é que o vice-prefeito Mario Hildebrandt fique no comando. Assim como Alexandro Fernandes, que já ocupa a presidência do Samae, permaneça no cargo. Na Procuradoria Geral do Município também deve ocorrer a manutenção do cargo, fazendo com que Rodrigo Jansen permaneça como indicado. Outro nome que deve permanecer na equipe do primeiro escalão é do secretário Paulo Costa, na Administração.

Na Fundação de Desportes Carlos Cezar Wagner, do Democratas, pode ser o indicado. Rodrigo Quadros, também do DEM, pode assumir a Secretaria de Defesa do Cidadão ou o Seterb. Na Urb deve permanecer o atual presidente, Rodrigo Zanluca, mas que poderá ficar por tempo determinado. Na Praça do Cidadão, João Paulo Traumaturgo da Silva (PSDB) poderá ficar no comando. A Praça do Empreendedor deve ser gerida por Henrique Carline, por indicação do DEM. O Procon está sendo disputado por André Mrozcowski, por indicação do PSB, ou ainda o atual coordenador, Rodrigo Eduardo Estevão. Outro nome na disputa pelo Procon é do ex-vereador César Cim, mas a probabilidade para diretoria do órgão é remota.

A Secretaria de Assistência Social deve ser assumida por Julio Tomio, ex-chefe de gabinete de Mario Hildebrandt, quando era presidente do Legislativo. Rafael Phillipe Oliveira, diretor jurídico da Faema, pode assumir o lugar de Eder Antônio Boron, na Diretoria de Gabinete do prefeito, isso se Eder voltar para a Câmara de Vereadores, que já tem a Diretoria Geral ocupada pelo presidente municipal do PSDB, José Carlos Oechsler.

A chefia de gabinete do prefeito continua com Jean Henrique Havenstein, enquanto as Fundações de Cultura e de Meio Ambiente e a Secretaria de Saúde ainda continuam com incógnitas.

 

Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí (Arquivo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!