Nascimento

Hoje nosso Ramon Aguiar Benedett, fala sobre o nascimento de uma criança especial para sua família o quanto nova vida é importante para todas as pessoas. Ramon escreve a cada duas quartas-feiras no Notícias Vale do Itajaí  e trata sempre de assuntos do cotidiano, neste artigo ele escreveu de forma diferenciada em ralação aos demais artigos. Confira:

 

Eu sempre gostei de crianças. Até onde minha memória me deixa alcançar, recordo de ainda criança ir na sala de meu irmão mais novo me achando “grandão” e brincar de rodar, colocar no ombro e demais brincadeiras que os pequenos gostam que os “grandes” façam. Ainda criança também tive a grande oportunidade de ajudar nos cuidados de minha irmã mais nova.

Infelizmente, com o passar dos anos, fui me distanciando dos pequenos. Algo me faz acreditar que foi na época da adolescência, quando muitas vezes nos tornamos meio durões, respondões e independentes, que eu tenha perdido um pouco dessa sensibilidade. Essa só voltou a ser resgatada quando fiz um estágio, já com 22 anos, no Plaza Itapema Resort no setor de animação. Vivi momentos de muita felicidade junto às crianças e ótimos profissionais da equipe. Aprendi e recordei o quão bem elas nos fazem, o quanto nos ensinam e nos beneficiam com seu convívio.

Após aquele período, voltei a ter poucas oportunidades de convívio com os picurruchos e, as que tive, pouco soube aproveitar. Há alguns dias, porém, a vida me presenteou com mais um sobrinho. Um serzinho lindo e apaixonante que chegou transformando a vida de quem o rodeia. Ainda fico admirado com os grandes poderes da Criação. Primeiro com o próprio nascimento de um ser humano, que já é algo extraordinário. E depois com os demais nascimentos que surgiram desse parto. Ali estava nascendo não só um bebê mas nasciam junto um pai, uma mãe, avôs e avós, tios e tias. Que maravilha, quantos nascimentos surgiam do nascimento do pequeno Murilo.

E o melhor de tudo não são esses títulos (mãe, tio, vó), mas o lindo amor que brotou dentro de cada um. O amor mais puro e verdadeiro, desinteressado, protetor, acalentador. Mesmo tão pequeno e sem qualquer possibilidade de dar algo em troca (amor, sorriso, carinho), Murilinho(?) conseguiu criar um amor genuíno em todos que o rodeiam. De repente pais, avós, tios, amigos se veem totalmente arrebatados, entregues, literalmente “abestalhados”.

Experiências como essa me comprovam a riqueza da vida. Quantas possibilidades temos de comprovar a existência de uma força superior, de perceber o Criador através de sua Criação. Como a vida possibilita múltiplas oportunidades de experiências e aprendizados. Ser pai, ser tio, ser filho, seja qual for nossa posição, as vivencias são múltiplas e o aprendizado é possível e certo. E pode ser tão mais profundo quanto mais eu consiga compreender a dimensão do que estou vivenciando. Me esforçarei para aproveitar ao máximo mais essa chance a vida me oferece. Seja muito bem-vindo meu sobrinho.

error: Conteúdo Protegido !!