Manifestantes fazem ato em busca por justiça pela morte de Daiana e outras mulheres vítimas de violência

Um grupo de aproximadamente 60 pessoas, fez um manifesto no início da noite desta sexta-feira (27), na Praça Dr. Blumenau, no Centro de Blumenau, pedindo justiça para o caso do feminicídio registrado na manhã de ontem (26), na cidade. O ato foi organizado através das redes sociais.

Com cartazes, gritos de ordem e oração a manifestação também pede mais atenção aos casos de violência contra mulher, levando-se em consideração que Santa Catarina tem uma das piores estatísticas do Brasil, relacionado ao crime denominado de feminicídio, que é quando uma mulher é assassinada por ser do sexo feminino, como ocorreu com Daiana.

Uma das organizadoras do ato, Geórgia Faust, diz que além do ato de solidariedade ao caso de Daiana dos Santos Silva, que tinha 27 anos, há busca por pleitos que auxiliaram mulheres vítimas de violência e também proverão a prevenção contra esse tipo de violência. Ela ainda comentou que o movimento 8M Blumenau também está oferecendo auxílio psicológico e jurídico para familiares e amigas da vítima.

Confira o que disse Geórgia Faust:

Translado fúnebre

Ontem uma campanha de arrecadação financeira transcorreu para auxiliar a família de Daiana para que seu corpo fosse transportado para Minas Gerais, onde será sepultada. O custo do translado era de R$ 8 mil, que foi alcançado no dia de hoje e a vontade da humilde família de Daiana pode ser atendida graças à solidariedade de algumas pessoas, que se mobilizaram pela situação.

Prisão preventiva decretada

Neylor Eduardo de Siqueira Dias, de 33 anos, preso pelo assassinato de Daiana, que era sua ex-namorada, foi levado ao Presídio Regional de Blumenau na noite desta quinta-feira, após decretada sua prisão preventiva. Durante seu depoimento, no dia de ontem, ele, que é garçon, preferiu ficar em silêncio e não constituiu advogado, por isso terá assistência da Defensoria Pública.

Foto: Wellington Civiero Ferreira / Mesorregional

> > Participe do nosso grupo no WhatsApp
>> Curta o Mesorregional no Facebook
>> Siga o Mesorregional no Twitter
>> Entre no canal do Mesorregional no Telegram
>> Acompanhe o Mesorregional no Instagram
>> Inscreva-se em nosso canal do YouTube

error: Conteúdo Protegido !!