Ponte Ilusória

Temos um artigo extraordinário de Ramon Aguiar Benedett hoje. Ontem ele deixou a dica sobre cidadania e cumpriu a promessa de um novo artigo a promessa que fez, fazendo uma nova publicação com a abordagem envolvendo um tema polêmico, que já gerou diversas e continuará gerando novas discussões:

 

O blumenauense, tradicionalista por natureza, algumas vezes demonstra um desejo de mudança. Nesses raros e breves ímpetos, acaba elegendo algumas “zebras” em eleições municipais. Foi assim com Décio Lima e está sendo com nosso atual prefeito, Napoleão Bernardes. Essas surpresas deixam perguntas um pouco difíceis de serem explicadas. Nosso prefeito, aparentemente, não entendeu até hoje quais motivos o levaram a chefe do executivo municipal.

Semana passada, nosso executivo lançou importantes obras de mobilidade para Blumenau. Curioso com o tema, fui observar com atenção os vídeos divulgados pela prefeitura demonstrando os fluxos em torno da nova ponte. Convido-os a assistir.

É evidente para quem convive com os engarrafamentos constantes no bairro Ponta Aguda que o problema está, além do gargalo da Ponte Victor Konder, na lentidão da rua Beira-Rio. Sua lentidão impacta, além da rua República Argentina e adjacências, as ruas Itajaí, das Palmeiras e Alameda. Nossa prefeitura desenvolveu um projeto, captou verbas e lançou edital para construção de uma ponte milionária que nada, ou quase nada, contribuirá para a solução desses problemas.

Com o novo projeto, quem estiver na rua República Argentina em sentido ao bairro Garcia, só poderá cruzar a nova ponte se estiver de ônibus. Pensem comigo, a Ponta Aguda, um bairro com apenas dez mil moradores, quantos efetivamente utilizam ônibus? Agora imaginem quantos dos que utilizam ônibus desejam ir para o Garcia? Alguma dúvida que metade desse investimento milionário ficará às moscas?

No sentido oposto, para quem deseja vir do Garcia para a Ponta Aguda, será liberada a passagem de veículos leves. Para seu acesso, no entanto, será necessária a instalação de um semáforo na rua Itajaí, bem como outros dois semáforos para cruzar o novo binário da Ponta Aguda, interferindo negativamente em três vias importantíssimas da região.

Como muitos sabem, existe um outro projeto de ponte, já muito discutido, mas que abordarei em um próximo artigo. Por hora, eu ousaria sugerir uma solução ainda não citada e, no meu entendimento, muito mais eficaz e barata para o problema de mobilidade da região. Por que não aproveitamos a topografia da rua Martin Luther para implantação de viadutos/túneis eliminando assim os atuais semáforos da via, como no acesso à ponte de ferro e ao bairro Boa Vista?

E você, qual sua opinião? Colabore nesse debate, acesse o grupo Bela Blumenau no Facebook e exerça sua cidadania.

Ao Sr. Prefeito Napoleão Bernardes, fique tranquilo, tire o peso de suas costas de achar que deve fazer essa ponte de qualquer jeito. Por mais que você ainda acredite que ela tenha te elegido, saibas que você ganhou a eleição por representar a renovação na política e não porque seu projeto de ponte era melhor que o de seus opositores.

 

Ramon Aguiar Benedett

error: Conteúdo Protegido !!